Pontifício Universal

Eis que estou aqui parado. O inverso seria estar em ebulição fluida dos abjetos aqui consumados.

Vivo reversamente no universo paralelo indigesto, daquele que me faz refém de uma autocrítica imperiosa.

Vou além do infinito linguístico e quantico.

Estou na rota de desembarque. Desci em solo diferente, pedintes misteriosos me levaram ao intuito do desprezo.

Quero ignorar os que me pedem.

Vou sair silenciosamente para outra paragem intergalatica. Viverei na sombra da anestesiante memória impiedosa.

Cresci e morri por mil vezes, e quantas vezes mais?

O silêncio…saio sorrateiro e embarco em nova viagem.

Estou estruturado para aguentar mais uma turbulência na entrada da atmosfera da próxima paragem.

E vou só…

Sem mais ninguém!!!

Me engajo no destino abençoado das ondas místicas, a verdadeira paralinguagem do saber, plurissignificativo.

Um até breve…

Publicidade

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s