Espectros Quânticos

Uma máxima estatística infernal me deixa sem recursos para os pagamentos de minhas dívidas com as passagens cósmicas que me levam ida e volta para os cantos interestelares.

Agora sei demais o que é estar com o as dívidas não pagas.

Os caçadores de recompensas estão no meu calcanhar. Sou o subproduto da ínfima parte de um destino.

Devedor interestelar.

Não possui um centavo para as contas cotidianas.

Misticamente falando, o reverso da explosão de corpos flutuantes e desordenados, espreitam a minha condição de vida.

Sou humanoide à procura de paragens…

Vítima de desejos descomunais.

Comungo com espectros.

Cuspo minha hóstia no ralo da galáxia Andrômeda, aquele lugar me causa arrepios.

Por mais insano que possa ser, evito falar da paralelidade do espaço em que me vejo aprisionado. Estou aprisionado nos universos paralelos também.

Uma vez mais, rajadas de poeira cósmica me levam ao cume da montanha.

Como eu estou só e desamparado…

Que situação me encontro…

Com um pires na mão, peço niqueis para me levar até o céu submundo, o mesmo que me aguardou por gerações interestelares.

Vivo só é mal acompanhado às vezes.

Publicidade

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s