O espaço e o ponto do espaço

Poderia sim reverberar que dentro de mim exista uma brisa abençoada e divina. Sentir uma vibração introspectiva.

Cheia de ar…

Abundância em metáforas, dicotomia e subjetividade.

Vamos lá, tenho uma essência que dentro de nós vale muito à pena refletir. A reflexão do reflexo.

Estou por aí, divagando entre sonhos de derrocadas e desejos. Mais que subjetivos. Mais que formais. A formalidade das coisas, a dualidade dos fatos.

O reflexo de mim mesmo está distribuído nos conexos divisores de mares.

E marés…

Abrem-se as águas, quero passar pelo meio do rio. Não possuo cajado, arenas necessidade.

Por mais um minuto.

Preciso obter a chave que irá abrir os meus reflexos, os espalhará para todos os cantos. Expandir em mil encantos.

Por aí…

Sempre de bobeira.

Publicidade

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s