Tourette como condição de vida

Eu conheço muitos portadores de Tourette espalhados pelo Brasil. Até um grupo de WhatsApp com os mais chegados.

Sei do meu perfil, vejo minhas limitações e as dos outros portadores também.

E vejo a superação em alguns. A derrota para outros. Vejo também acomodação em muitos.

Mas a superação de um portador é o grau máximo que um portador deve atingir…tenta atingir.

O marco da minha superação foi ter controlado os meus tiques aos 30 anos, e agora, aos 51, ter controlado meu alcoolismo.

O meu alcoolismo veio com a morte social que eu tive depois que fui nocauteado pela Tourette, aos 28 29 anos.

Ali apareceu a risperidona, e depois o controle dos tiques.

O meu corpo ainda transmite sinais da Tourette. A sociedade ainda não foi conquistada.

Conquistei o equilíbrio.

Agora tenho que colocar uma faca nos dentes e vencer o social. Sim…a sociedade.

Falta agora eu nocautear a sociedade, fiz algumas vezes, porém agora de uma forma mais específica.

Publicidade

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s