A força da luz

A luz que habita dentro de mim, faz do meu sabre iluminado, lumiar. Alimenta a minha composição atômica.

E para cada energia que posso constituir, dignifico a essência introspectiva da pureza da minha alma.

A aura espectral está carregada de luminosidade.

E se posso ser luz, posso carregar os meus instintos para cada dia, no dia a dia, dignificar o meu apreço pela energização fluidificada.

As metáforas estão aí, as percepções também.

Me faço luz.

Perpetuo luminosidade.

Alcanço a fé.

A fé inabalável de outrora, e agora do recente presente.

Para sim, poder num próximo Post, esteriotipar a razão fundamental do que digito.

Pois digito com essência.

Com consistência.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s