Contrapontos

Foto por Quang Nguyen Vinh em Pexels.com

A inspiração de outrora tem que aparecer novamente, neste quadro pandêmico de possbilidades retroativas, pois para frente é só conjecturas.

E essas possibilidades podem ser as atribuídas à boa fé, sem a problemática da contraposição ao erudito.

Por que por mais atribuído que seja o elemento caracterizador, ele tem que vir carregado de esperança diante desta pandêmica cena atual.

Estou convicto da variação do elemento agudo ao contraponto de tudo, mas necessito um pouco de fé.

Para comigo e para com o próximo.

A sutileza do denominador comum a tudo, é a necessária e harmônica solidificação do retórico.

Vamos dar um boas vindas para quem chega, ao longe e em pé, saboreando o nosso espaço cultural.

E que venha todos os nossos possíveis oradores, pois a representatividade está em aberto desde que o nosso mentor nos deixou.

Agora apenas as boas energias poderão chegar por essas paragens.

Estarei só, à serviço de quem conduz esse barco literário, cheio de amor e positividade.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s