Humanidade sacana

Foto por Alena Shekhovtcova em Pexels.com

Quando eu era jovem, não percebia a maldade humana, consequentemente achava que poderia de forma pontual, vencer na vida sem nenhum problema.

Acreditava em mim, tinha vários sonhos, eu de fato estava esperando o meu momento para vencer.

Mas a humanidade mostrou com o tempo a sua face cruel.

Fui levando rasteiras do mundo, caía, me levantava, e daí surgia uma nova contramão.

Levei tanta queda que aprendi que seria muito, muito difícil.

O mundo roubou os meus sonhos, a humanidade cuspiu na minha cara, fiquei refém de mim mesmo.

Hoje eu observo que o fato de estar vivo aos 50 anos de idade, é verdadeiramente uma dádiva divina.

Ainda sonho, mas com um pé atrás. Vivo e vibro com cada vitória, cada degrau que subo.

Mas sou um eterno sonhador…sonho demais da conta.

Sonhar, bem, sonhar é de graça.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s