Versos adversos

Não a deriva da espera de algo.

Um mero espectro não fala por si só,

a vaga lembrança da época em que eu era herói.

Riscando o giz na minha volta,

anotando toda a aula do dia,

me deparando de que sou uma ilha.

Uma ilha de muitos adjetivos categóricos,

o maior deles o da ruptura com o tormento,

vou qui vencendo essa batalha que travo comigo mesmo.

Por assim falar e dizer…

O que me falta para conter o riso que me usurpa até a última exaustão?

Sinto a firmeza de um retorno mágico da confiança.

Volto assim, para as profundezas do meu ser!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s