Até o momento de ser só eu

Tenho momentos distintos em demasia, estou no rastro da solução para os paradigmas que esbarram e mim, conduzo o onipresente momento da melhor forma.

Portanto sei demais onde vai a trilha do sucesso, apesar de ser um caminho árduo, mas o caminho dá para percorrer sem maiores problemas.

Até o momento da luz remanescente do apocalíptico museu das vaidades, observei os arquetipos de carcaças de dinossauros em minha frente.

Isso me fez mal, nunca antes poderia ter sido recrutado para observar tais imagens, nunca mesmo.

Isso me mostrou que as eras estão sobrepostas aos seus reais predadores, e eu sendo um nato, desde a minha concepção inicial sexual, perdi os meus medos e fui adiante.

Predei várias e várias presas suculentas e saborosas.

Hoje estou fortalecido pela proteína de tamanha carne.

A carne…

Sempre ela, sexual, alimentar, a carne, sim, sempre a carne.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s