A renovação da fé agnóstica

O Encontro
Val

A estafa ao qual fui acometido ontem, me fez achar que o que eu havia digitado estava mal escrito, por isso apaguei tudo antes de dormir.

Eu estava de fato muito cansado, e o desgaste ocorreu justamente quando eu digitava mais um post.

Não tem problemas, escrever para mim é renovação, vai além da carismática, é renovação de fé agnóstica.

Não me furto em afirmar que os elementares caminhos literários do meu blog estão na esfera de conceitos técnicos.

Porém existe também uma vasta parte que dá razão à mediunidade que nos acompanha, e daí aparece o conceito da fé, que é inabalável.

Vou deixar claro aqui que não é difícil para mim postar novas idéias e novos conceitos, e de fato, estava muito cansado ontem.

Era difícil de teclar, já agora, o tema vem fluindo.

E isso tudo é espiritual, é bastante complexo, plural e metafísico.

Bem vindos ao doutrinário conceito de um tema específico, que jamais fugirá ao conceito da fé.

Existe vários elementos aqui que me remete afirmar que todos os destinos encontrados em uma encruzilhada, não cruzam os espaços distintos, mas se unem dentro de uma prospecção de intenções, que tem na razão, uma múltipla interpretação.

Mesmo diante desta afirmação, perpetuo meu conceito de fé absoluta, e destino a minha intenção através da oração, aos fundamentos do destino.

E os destinos se cruzam, como sabemos, e para sempre estarão colocados dentro de uma situação razoável dos fatos.

Sou destino, sou cotra-mão, sou oxigênio, sou razão.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s